NAVEGUE PELAS CATEGORIAS
Home Calendário e Datas Judaicas Práticas para a véspera de Yom Kipur

Práticas para a véspera de Yom Kipur

por Rabino Y. David Weitman
jejum

A véspera de Yom Kipur é um dia repleto de costumes, simbolismos e significados, que antecede ao jejum. Afinal, é quando nos preparamos para o dia mais sagrado do ano, e por isso é também considerado um semiferiado.

Preparativos e Costumes antes do Jejum

CAPAROT: Realizamos o tradicional ritual das caparot com uma ave. Há também a possibilidade de se fazer caparot com dinheiro. Na sequência, a ave ou o equivalente ao seu valor são doados a tsedacá.

BOLO DE MEL: Há um antigo costume judaico de “beten lekach”, ou seja, pedir um pedaço de bolo de mel. Além da bênção para um ano doce, representada pela doçura do mel, o pedido representa a esperança de que essa seja a nossa única necessidade no ano que chega.

TSEDACÁCARIDADE: É costume fazer caridade durante os dias de teshuvá, porém, na véspera de Yom Kipur, a tsedacá é feita com maior abundância. Ao pedirmos a D’us para ser caridoso e bondoso conosco, e que nos dê um ano doce, também devemos ser caridosos e bondosos com os outros. O Baal Shem Tov ensinou que o barulho das moedas depositadas para caridade anula decretos negativos.

PERDÃO: Yom Kipur repara os pecados cometidos perante D’us, mas não repara os erros que cometemos com outras pessoas. Portanto, é importante pedirmos desculpas na véspera de Yom Kipur, buscando o perdão de amigos, parentes e conhecidos que possamos ter ofendido, remediando qualquer mal-estar causado no ano que passou. Ao mesmo tempo, perdoe as ofensas que os outros fizeram a você.

CHEGAR CEDO: O serviço de Minchá é realizado mais cedo à tarde, para que haja bastante tempo para a refeição antes do jejum. Nesta reza já recitamos alguns trechos especiais das orações do Yom Kipur, enumerando as transgressões que cometemos no decorrer do ano, de forma consciente ou inconsciente, e pedimos perdão a D’us.

VER  A abertura do Mar Vermelho

CELEBRAR: Fazemos duas refeições festivas como uma maneira de demonstrar nossa fé e confiança na misericórdia de D’us. Na segunda e última refeição, antes do começo do jejum, deve-se comer apenas alimentos leves, como frango cozido e canja de galinha. Neste dia é costume comer chalá com mel e creplach (uma massa cozida recheada com carne). Não se deve ingerir bebidas alcoólicas. Também é costume não comer peixe nesta refeição.

BÊNÇÃOS: Antes de ir à sinagoga para a oração de Col Nidrêi, os pais abençoam seus filhos, mesmo adultos, individualmente.

ROUPAS BRANCAS: Muitas comunidades têm o costume de vestir roupas brancas no Yom Kipur, pois neste dia somos comparados a anjos. Também é costume não usar joias de ouro, pois o ouro remete ao pecado do Bezerro de Ouro, e no Dia do Julgamento não queremos lembrar de nossos pecados passados na corte celestial.

RESTRIÇÕES: Além do jejum de comida e bebida, nos privamos também de lavar a face e o corpo, passar cremes e loções, calçar sapatos de couro e manter relações conjugais.

Fonte: Artigo da Revista Celebração do Beit Chabad Morumbi

 

ESTAMOS AQUI

Faça contato que logo responderemos.

Logo do Legal Saber

NOSSAS REDES: