NAVEGUE PELAS CATEGORIAS
Home Família e Educação Relações sexuais antes do casamento são permitidas no judaísmo?

Relações sexuais antes do casamento são permitidas no judaísmo?

por Rabino Y. David Weitman
relações sexuais no judaísmo
Print Friendly, PDF & Email

Relações sexuais é um tema sempre em voga na sociedade. Em se tratando, pois, de relações sexuais no judaísmo quando ocorridas fora do casamento o assunto torna-se ainda mais relevante.

O casamento é algo extremamente sério, uma instituição divina, não algo que o homem inventou.

Assim, de acordo com a Cabalá, no momento do casamento dá-se o encontro de duas almas gêmeas. Há  almas femininas e masculinas, que vão se encontrando.

O momento correto da união destas almas, a fim de que se reencontrem mais uma vez, após 20 ou 25 anos de separação, é sob chupá, na hora da cerimônia religiosa.

Aliás, é quando o noivo coloca o anel no dedo de sua esposa, sob a chupá, o pálio nupcial. Acontece então o que em hebraico chamamos de kidushin, santificação do casamento.

A ordem das coisas inclui as relações sexuais no judaísmo

Primeiramente, dá-se a união espiritual (casamento religioso), porém, logo depois, obviamente,resulta também em uma união física.

Quando se “queimam etapas” e a ordem das coisas é alterada, há uma grande confusão. Toda a ordem que D’us colocou é revirada.

A Torá não proíbe o ato sexual em si aos cônjuges casados, exceto com a esposa que não fez o mikve.

Mas ela diz que estas devem ocorrer na hora certa, com a pessoa certa.

Assim, cuidar para que este ato aconteça no momento certo e não antes do tempo é, sem dúvida alguma, uma forma de melhorar a vida conjugal do casal.

O tempo revela-nos sabedoria

Tudo tem seu tempo e o que a Torá e o judaísmo nos ensinam, principalmente, é saber respeitar este tempo.

Isto traz respeito mútuo e uma disciplina que nos acompanharão durante toda a vida. Assim o casal terá uma vida conjugal saudável, com amor e respeito mútuo.

VER  Quatro perguntas sobre brit milá e bar mitsvá

Muitas vezes se durante a fase do “namoro” o amor entre o casal já está vinculado ao aspecto físico, este torna-se cego. Isto não permite aos noivos discernirem de maneira objetiva sobre qualidades e defeitos de seus parceiros.

Portanto, é através do amor sem relacionamento físico que a pessoa conhece melhor o seu companheiro,

Atualmente  psicólogos concluíram que a prematura liberação sexual na juventude provocou a perda de interesse sexual em muitos casais.

Nem sempre a precocidade traz benefícios. A forma correta de agirmos é aquela que a Torá recomenda, ou seja, a de que deve haver ordem nas coisas. Essa a visão das relações sexuais no judaísmo.

(Matéria publicada na Revista Morashá em abril de 1997)

Relações sexuais antes do casamento são permitidas no judaísmo?

Conselhos do Rebe

Aprenda com o Rebe sobre diversos temas incluindo aqueles que possam gerar algum tipo de polêmica. ADQUIRA LIVRO

ESTAMOS AQUI

Faça contato que logo responderemos.

Logo do Legal Saber

NOSSAS REDES: