A comunidade judaica de Alepo (Chalab) é uma das mais antigas do povo judeu. De acordo com a tradição, foi em Chalab que o patriarca Avraham Avínu distribuiu chalav — leite para os pobres (Rabi Petachia de Regensburg). Por lá também passou o general do rei David, Yoav ben Tsruiá, onde construiu a sinagoga central de Alepo, que durou até o ano de 1948 d.e.c., quando foi incendiada e destruída durante um pogrom. Segundo a tradição, trata-se de uma comunidade muito antiga, fundada pelos judeus ainda antes da destruição do Primeiro Templo.
Gerações de sábios, justos e eruditos passaram por Alepo, cuja história está intrinsecamente ligada à história do povo de Israel. O notável personagem bíblico Ezra, o sofêr (escriba), também esteve em Alepo, e em 921 d.e.c. a cidade recebeu o ilustre mestre e líder judaico Rabi Saadia Gaon.
O grande sábio Maimônides, do século XII, trocava correspondência com sábios do mundo inteiro, mas uma comunidade específica ele prezava bastante, mencionando-a em sua famosa carta aos sábios de Lunel: “Hoje a Torá se perdeu, e infelizmente poucos são os sábios, mas saibam que na região de Israel e da Síria há a cidade de Aram Tsova (Alepo), onde há ainda um grupo de eruditos que permanecem imersos no estudo da Torá”. Aliás, Maimônides escreveu o seu famoso Guia dos Perplexos para o seu discípulo, Rabi Yossef bar Yehudá, mandado por ele para servir como rabino da comunidade de Alepo.
Por volta de 1622, o famoso sábio de Praga, o Shelá HaCadosh (Rabi Yeshaiáhu haLevi Horovitz), fez aliá, viajando para Israel através da Síria. Ele escreve em seus livros como era vibrante o Judaísmo que ele encontrou naquela cidade, o amor fraterno, a sede pelos estudos, etc., pois diariamente pediam a ele que desse aulas de Torá. Durante as cinco semanas que permaneceu em Chalab, ele ministrou as aulas em hebraico, que eram entendidas por todos, pois dominavam o idioma sagrado.
Grandes mestres, eruditos e cabalistas serviram como rabinos na comunidade de Alepo. Entre eles, os rabinos das famílias Abadi, Antebi, Laniado, Attié, Hamoui, Douek, Tawil, etc. Estes produziram centenas de obras tratando das diversas facetas da Torá, muitas impressas em Alepo, e outras, em diversas capitais, muitas delas consultadas até os dias de hoje.
Alepo também se notabilizou por suas instituições filantrópicas. Sendo uma cidade importante geograficamente para o comércio internacional entre o Oriente e o Ocidente, Alepo enfrentou períodos de prosperidade e tempos de crise. Todavia, inspirados pelo genuíno chéssed (bondade) judaico, os judeus alepinos fundaram diversas sociedades e instituições, tais como o Auxílio aos Doentes (Kupat Bikur Cholim) e um fundo para ensinar crianças pobres e órfãs. A tsedacá (benevolência judaica), um dos pilares do Judaísmo, é algo que se aprende em casa, através de um exemplo vivo. Pais e avós que praticaram a tsedacá com afinco e devoção, terão netos e bisnetos que continuarão zelando pela justiça social.
Grande é a tsedacá, pois ela aproxima a Redenção. Que seja a vontade de D’us que se cumpram as palavras dos sábios do Talmud (Shabat 139a): “Ein Yisrael nifdê, éla bitsedacá” (“O povo de Israel será redimido através da tsedacá”).
 
(Extraído do prefácio do livro Hamorê Litsedacá)

Legal Saber JUDAÍSMO!
Estudando a filosofia chassídica
Um rebe no inferno nazista
Artes Plásticas e Judaísmo: “Os Quatro Vagões de Sobrevivência” de Gershon Knispel
Templos, profetas e sábios
Um memorial para a imigração judaica no Brasil
Rashi – O mestre do povo judeu
O sentido da oração
O Brasil recebe as comunidades judaicas
Criptojudaísmo e conversos
Reencarnação e Judaísmo
OS JUDEUS ORIUNDOS DO EGITO
Como o judaísmo encara os objetos voadores não identificados e a possibilidade de vida em outros planetas?
Não adianta transmitir um judaísmo adaptado e maquiado, Judaísmo é um privilégio.
O tesouro dos conselhos do Rebe de Lubavitch
A RAINHA ESTER NOS DIAS DE HOJE
A SABEDORIA DO REI SALOMÃO: PROVÉRBIOS
A GRANDE DEDICAÇÃO DE RUTH, MULHER EXEMPLAR
A SABEDORIA DO REI SALOMÃO: CÂNTICO DOS CÂNTICOS
A SABEDORIA DO REI SALOMÃO: ECLESIASTES
O significado do 45º aniversário
USANDO A TECNOLOGIA A FAVOR DA TORÁ
TRATADO SOBRE A RESSURREIÇÃO DE MAIMÔNIDES
OS TRÊS COMPONENTES DO UNIVERSO
RABI LEVI YITSCHAK DE BERDITCHEV – O DEFENSOR DO POVO JUDEU
O HOLOCAUSTO NÃO É UM CASTIGO
OUVINDO AS MENSAGENS DA VIDA
OS JUDEUS NOS PAÍSES MUÇULMANOS
A ESTRUTURA DO TANACH (A BÍBLIA JUDAICA)
O RESPEITO DEVIDO À ORAÇÃO DO CADISH
O perigo das drogas e dos vícios
O PERIGO DA ALIENAÇÃO E DO CASAMENTO MISTO
O PENSAMENTO CHASSÍDICO SOBRE A CRIAÇÃO
O papel da mulher no Judaísmo
ALEPO, EXEMPLO DE ERUDIÇÃO E BENEVOLÊNCIA
O PROPÓSITO DE NOSSA EXISTÊNCIA
O BAAL SHEM TOV E O AMOR INCONDICIONAL
KITSUR SHULCHAN ARUCH – A OBRA PRIMA DA LEI JUDAICA
JERUSALÉM, OLHO DO UNIVERSO
IMIGRAÇÃO JUDAICA: DE SHTETEL PARA AS COLÔNIAS NO SUL DO BRASIL
PORQUE CONTAR AS HISTÓRIAS CATIVANTES DO REBE DE LUBAVITCH?
DESENVOLVENDO NOSSO CARÁTER
FÉ E CIÊNCIA
DANDO SENTIDO E SIGNIFICADO EM NOSSA VIDA
OS CONFLITOS NA TERRA SANTA
CASHER HOJE
+