Torá e Judaismo (Textos)

10fev 2015
a filosofia judaica

De acordo com a filosofia judaica, existem três elementos fundamentais dentro da Criação Divina: “tempo”, “espaço” e “ser”. Na antiga obra da Cabalá, o “Livro da Criação” (“Sêfer Yetsirá”), esses três conceitos são referidos como “olám” (“universo”), “shaná” (“ano”) e “néfesh” (“alma”) — que formam o acróstico “Ashán”, fumaça que ascende. Cada um destes componentes […]

09fev 2015

A Torá Sagrada, dizem os nossos Sábios, pode ser interpretada de 70 maneiras diferentes, ou mais. Todavia, os caminhos mais conhecidos de interpretação do texto bíblico são quatro, e eles estão aludidos na palavra Pardes (o Pomar do Conhecimento), referindo-se à interpretação literal (Pshat), alusiva (Rémez), homilética (Drash ou Midrash) e esotérica (Sod). Apesar de […]

09fev 2015

É Legal Saber que o voluntariado no judaísmo começou lá atrás, com Avraham Avínu. Avraham Avinu, o grande sábio, o primeiro voluntário de nossa história, “plantou um Eshel em Beer Sheva”, assim diz a Torá. O que é um Eshel? Alguns dizem que era uma árvore. Porém o Talmud chega a conclusão de que as […]

09fev 2015

Rosh Hashaná, o Ano Novo judaico, é traduzido literalmente como “Cabeça do Ano”. Isso leva pois a ideia do título um povo com duas cabeças a um simbolismo no qual falaremos mais abaixo. “Rosh” quer dizer a “cabeça do corpo”, mas pode ser usado também como sinônimo de algo importante, como por exemplo: Rosh leshivá […]

09fev 2015

EM QUE CONSISTE O MIKVÊ? Sobre o que é Mikvê podemos começar com a palavra Mikvê. Ela significa uma concentração de água. A palavra aparece na Torá no momento da criação, quando havia uma grande concentração de água. O mandamento do Mikvê é pois um mandamento bíblico. Segundo a Torá, para que uma mulher possa unir-se a […]

09fev 2015

Na Torá, a proibição de praticar feitiçaria, atos de adivinhação, quiromancia, necromancia e assim por diante, é repetida várias vezes. Portanto, mediunidade no judaísmo não é aceitável; ao contrário, é abominação. Pela Torá fica explícito de que é proibido praticar ou frequentar todo e qualquer ato de feitiçaria, falar ou invocar os mortos, e coisas […]

06fev 2015

Apesar desta lei fazer parte das leis ininteligíveis, aquelas cujos motivos D’us não nos deu, na literatura rabínica encontram-se várias explicações para esta proibição. Assim, não é permitido misturar carne com leite no judaísmo. Obviamente, mesmo sem estas explicações a lei tem que ser observada ao pé da letra. Maimônides escreve que a proibição de […]

06fev 2015

“Não matarás” é o sexto mandamento Divino dos dez que se encontram nas Tábuas da Lei. Isso significa que devemos preservar a vida humana, e não abreviá-la.  Assim, o aborto no judaísmo é proibido, uma vez que, para o judaísmo, a vida começa no momento da concepção. Sendo assim, o aborto não é permitido porque infringe essa […]

06fev 2015

De acordo com o judaísmo, uma das grandes dádivas de D’us ao homem é o poder da fala, e a palavra é a substância. Esta noção pode ser encontrada no Gêneses onde está escrito que D’us colocou uma nefesh chayá, uma alma viva, um espírito vivo, dentro do homem. A explicação dada pelos nossos sábios […]

04fev 2015
Com efeito existe na filosofia cristã a ideia do fim dos tempos, do apocalipse. Nostradamus também previu para o ano 2000 catástrofes e destruições que levariam o mundo a seu fim. A ideia pois de que o mundo acabará destruído no apocalipse não faz parte, de forma alguma, da filosofia judaica. Assim, apocalipse no judaísmo não [...]
04fev 2015

Uma das respostas é que a festa de Simchat Torá está ligada às segundas tábuas dadas por D’us a Moisés. As primeiras foram dadas quarenta dias depois de Shavuot. Porém por causa do pecado cometido pelos judeus no deserto, com o bezerro de ouro, foram quebradas. As segundas tábuas foram dadas em Yom Kipur e […]

04fev 2015
destruição do templo de jerusalém

Iniciaremos analisando a destruição do Templo de Jerusalém, o primeiro, erguido pelo rei Salomão. O Templo foi destruído por Nabucodonosor, imperador da Babilônia, e seu general Nevuzaradan, 410 anos após a sua inauguração. Jerusalém portanto tornou-se um monte de ruínas, o Templo foi arrasado e os judeus levados para o cativeiro na Babilônia, acorrentados como […]

04fev 2015
cirurgia plástica e judaísmo

Cirurgia plástica e judaísmo possuem alguma correspondência em alguns casos. Contudo, devemos diferenciar que tipo de cirurgia será feita e qual a sua necessidade. Hoje em dia as cirurgias plásticas se tomaram corriqueiras. Ao achar um pequeno defeito estético, muitos recorrem imediatamente à correção cirúrgica. Nossos sábios, os legisladores de hoje, dizem claramente que não […]

04fev 2015
o hebraico e os outros idiomas

As línguas em geral, são todas convencionais e isso permite ver o hebraico e os outros idiomas de um ângulo bem interessante. A princípio, a convencionalidade dos idiomas permite ver que homens se reuniram, observaram, analisaram e concluíram que, por exemplo, o lugar sobre o qual comemos chamar-se-ia “mesa”; o objeto com o qual escrevemos, “caneta”, e […]

04fev 2015
lidar com o mau olhado

Como lidar com o mau olhado? O judaísmo admite a existência do “ayin hará”, mau olhado ou “olho gordo”. Várias fontes, até bíblicas, indicam que existe a possibilidade de uma pessoa prejudicar outra através dos olhos. Portanto, não podemos considerar o “ayin hará” apenas uma superstição. O olho no judaísmo é um órgão especial, o espelho da […]

04fev 2015
anjos no judaísmo

Anjos no judaísmo pode começar olhando-se a palavra usada em hebraico para anjos — malachim —, que significa, também, emissários. Os anjos são criaturas divinas, diferentes dos seres humanos bem como das outras criaturas que conhecemos. Foram criados por D’us durante os dias da criação e têm uma corporalidade diferente. Enquanto o homem e todas criaturas que conhecemos […]

03fev 2015
unidade do judeu

A pergunta merece uma resposta ampla. Primeiro, a partir do momento em que reconhecemos D’us como Criador. Aquele que fez a criação, reconhecemos que Ele criou tudo o que existe. Junto com a criação deu-nos um “manual do fabricante” sobre como aproveitar o máximo deste mundo, para que o homem, que é a melhor e mais elevada criatura, […]

03fev 2015
coerência e razão

Acabamos de comemorar Shavuot, a Festa da Outorga da Torá. Este evento ficou caracterizado pela sua singularidade. Jamais  houve até hoje um ato público com tantas testemunhas oculares. No sopé do Monte Sinai encontravam-se, pelo menos, três milhões de judeus que presenciaram este cenário Divino, vendo relâmpagos e trovões, ouvindo o shofar e a voz Divina penetrante; eles […]

03fev 2015
Ao se falar das 613 mitsvot sempre se menciona seu número:. Por quê? Existe algo especial relacionado com este número?

Consta tanto na Torá, os cinco livros do Pentateuco, como na tradição oral do Talmud, que as mitsvot, o número de mandamentos bíblicos ordenados por D’us ao povo judeu, são 613. Ou seja, são 613 mitsvot e não há dúvida a respeito do número, é uma tradição sagrada. O único debate que existe entre os legisladores é […]