pt Portuguese
en Englishfr Frenchiw Hebrewpt Portuguesees Spanish

Espiritualidade e Misticismo (Textos)

A oração em congregação de forma fixa e com formulação estabelecida, conforme a conhecemos hoje, começou depois da destruição do Segundo Templo. Isso apesar de no Segundo Templo já existirem certas orações congregacionais. Foi quando o serviço das oferendas foi substituído pelo serviço do coração. Todavia, existe uma ligação intrínseca e poderosa entre a história [...]
O original do Tratado Sobre a Ressurreição foi escrito por Maimônides em árabe. Seu título foi Magala Fi Tehiyyat Ha-Metim. Esse original, segundo a maioria dos pesquisadores, está desaparecido. A primeira tradução do árabe para o hebraico teve como responsável o famoso Shmuel Ibn Tibon. Mais tarde, possivelmente, houve uma nova tradução deste texto para [...]
De acordo com a filosofia judaica, existem três elementos fundamentais dentro da Criação Divina: “tempo”, “espaço” e “ser”. Na antiga obra da Cabalá, o “Livro da Criação” (“Sêfer Yetsirá”), esses três conceitos são referidos como “olám” (“universo”), “shaná” (“ano”) e “néfesh” (“alma”) — que formam o acróstico “Ashán”, fumaça que ascende. Cada um destes componentes [...]
Muitos pensavam que o chassidismo Chabad era algo restritivo e austero, porém constataram se tratar de um caminho espiritual profundo, místico e agradável. A contribuição do Rebe para a tradição do chassidismo chabad foi o seu empenho em revelar os mistérios. Ele utilizou uma linguagem e pensamentos contemporâneos, não apenas eliminando as dúvidas, mas inspirando [...]
Os nossos sábios na Ética dos Pais já prezavam a ciência da Numerologia Judaica — a Guimátria (Pirkei Avot 3:18). Rabi Eliezer Chismá disse: “O cálculo dos ciclos da astronomia e o cálculo numerológico das palavras são condimentos da sabedoria”. E como explicam os nossos comentários, estes cálculos então abrem o apetite e incentivam as [...]
A Cabalá é o conhecimento esotérico da Torá. De acordo com a tradição judaica, D’us outorgou o conhecimento Divino (a Torá) no Monte Sinai, há mais de 3.300 anos, juntamente com as diversas formas de interpretação. Enquanto que as interpretações literais (Pshat), homiléticas (Midrash) e legislativas (Halachá) eram de domínio de todos os judeus — [...]
Na Torá, a proibição de praticar feitiçaria, atos de adivinhação, quiromancia, necromancia e assim por diante, é repetida várias vezes. Portanto, mediunidade no judaísmo não é aceitável; ao contrário, é abominação. Pela Torá fica explícito de que é proibido praticar ou frequentar todo e qualquer ato de feitiçaria, falar ou invocar os mortos, e coisas [...]
Como lidar com o mau olhado? O judaísmo admite a existência do “ayin hará”, mau olhado ou "olho gordo". Várias fontes, até bíblicas, indicam que existe a possibilidade de uma pessoa prejudicar outra através dos olhos. Portanto, não podemos considerar o “ayin hará” apenas uma superstição. O olho no judaísmo é um órgão especial, o espelho da [...]
Anjos no judaísmo pode começar olhando-se a palavra usada em hebraico para anjos — malachim —, que significa, também, emissários. Os anjos são criaturas divinas, diferentes dos seres humanos bem como das outras criaturas que conhecemos. Eles foram criados por D’us durante os dias da criação e têm uma corporalidade diferente. Enquanto o homem e todas criaturas [...]
A pergunta merece uma resposta ampla. Primeiro, a partir do momento em que reconhecemos D’us como Criador. Aquele que fez a criação, reconhecemos que Ele criou tudo o que existe. Junto com a criação deu-nos um “manual do fabricante” sobre como aproveitar o máximo deste mundo, para que o homem, que é a melhor e mais elevada [...]
Acabamos de comemorar Shavuot, a Festa da Outorga da Torá. Este evento ficou caracterizado pela sua singularidade. Jamais  houve até hoje um ato público com tantas testemunhas oculares. No sopé do Monte Sinai encontravam-se, pelo menos, três milhões de judeus que presenciaram este cenário Divino, vendo relâmpagos e trovões, ouvindo o shofar e a voz Divina penetrante; eles testemunharam [...]
Consta tanto na Torá, os cinco livros do Pentateuco, como na tradição oral do Talmud, que as mitsvot, o número de mandamentos bíblicos ordenados por D’us ao povo judeu, são 613. Ou seja, são 613 mitsvot e não há dúvida a respeito do número, é uma tradição sagrada. O único debate que existe entre os legisladores é [...]