Uma biografia inspiradora e heroica talvez se enquadre na categoria de raridade, mas muitos livros foram escritos sobre o Holocausto. Está incluído aqui inúmeras biografias de sobreviventes. Almas que heroicamente saíram vivas dos campos de extermínio para renascer em outra terra.

Muitos livros e filmes nos relatam as revoltas dos judeus aprisionados nos guetos e campos de concentração. Revelam como eles, com suas últimas forças, se rebelaram contra os seus carrascos nazistas.

Mesmo destroçados, estes heróis continuam nos inspirando até hoje. Porém, pouco se escreveu e se contou sobre a resistência espiritual travada por heróis, muitos desconhecidos até hoje, no meio das chamas do inferno que eles passaram nas mãos das SS e Gestapo nazistas.

Este livro — esta maravilhosa biografia do grande mestre, o Rebe de Klausenberg, Rabi Yekutiel Yehuda Halberstam — nos permite vislumbrar a grandeza e a nobreza espiritual deste gigante, que permaneceu firme na sua observância religiosa, apesar do seu enorme sofrimento e perdas pessoais.

Uma biografia inspiradora e heroica inspiração para os outros

As suas recusas em comprometer a sua observância e cumprimento das mitsvot, por menores que fossem as eventuais transgressões, fizeram do Rebe Yekutiel Yehuda Halberstam uma figura ímpar. Tornar-se-ia, com justiça, numa fonte de desafiadora inspiração para seus sofredores irmãos judeus. De fato e de direito é hoje uma biografia inspiradora.

Com o final da guerra, com o seu espírito íntegro, apesar de seu sofrimento, ele inspirou os seus companheiros  sobreviventes. Trouxe, pois, esperança aos desesperados e a luz da fé àqueles judeus cujo mundo havia se transformado em trevas.

Muitos atos de resistência espiritual foram demonstrados por  prisioneiros judeus nos campos de concentração e extermínio, que arriscaram suas vidas para manter acesa a chama da tradição judaica mesmo em condições de vida sub-humanas: mulheres e moças acenderam velas de Shabat em Birkenau; homens colocaram tefilin clandestinamente em Auschwitz; uma chanukiá foi acesa em Bergen-Belsen; um shofar passou escondido de barracão em barracão em Buchenwald; e a lista é extensa.

Espírito judeu inquebrantável

E aqui surge a pergunta: de onde os judeus, famintos, massacrados, humilhados e perseguidos, extraíram tanta fé, coragem e força, arriscando as  suas vidas por esta resistência espiritual e física.

Talvez a resposta esteja pois em um episódio anterior da nossa história mencionado no Talmud (Babilônico, Avodá Zará 18a). Nos primeiros séculos  desta era, os romanos que governavam Israel prenderam Rabi Chanina ben Tradion por ensinar Torá a uma multidão, o que era proibido pelas autoridades dominantes.

Os romanos decidiram queimá-lo junto com um Sêfer Torá em praça pública. Então, uma fogueira foi preparada, e o fogo foi aceso. Enquanto o sábio e o rolo da Torá estavam envoltos em chamas, seus alunos, vendo toda a cena, perguntaram para Rabi Chanina: “Mestre, o que o senhor está vendo?” Ele respondeu: “Guevilin nisrafim veotiot porchot” – “Estou vendo os pergaminhos queimando e as letras voando”.

O que Rabi Chanina estava nos dizendo então é que o fogo pode apenas consumir o pergaminho, o papel e a parte física. Mas as letras que representam o conteúdo e a parte espiritual, estas evaporam e voam sem serem atingidas pelo fogo.

O verdadeiro corpo judeu é a sua fé no Todo-poderoso

De forma análoga, inimigos e perseguições podem afligir o corpo do judeu, mas seu espírito e sua alma, jamais.

O nazismo destruiu por pouco tempo o corpo físico. Todavia o espírito judaico, a fé e a confiança no Todo Poderoso, a nobreza da alma e o cumprimento dos preceitos, estes são indestrutíveis.

Nem o fogo da Inquisição, e nem a asfixia das câmaras de gás são capazes de apagar ou obliterar. Assim é a fé do povo judeu em D’us.

Este é o espírito desta obra. A fé e a coragem do Rebe de Klausenberg permanece como fonte de inspiração para todos nós. Dela retiramos a força para que possamos viver o nosso Judaísmo. Assim como este se expressou nessa biografia inspiradora de Rebe de Klausenberg. Então certamente iremos presenciar a vinda de Mashiach, brevemente, em nossos dias.

Prefácio do livro “Um Mestre no Inferno”, Editora Maayanot, Junho de 2017

QUERO COMPRAR O LIVRO Leia e/ou imprima este artigo em PDF

Baixe o App do Legal Saber e descubra um conteúdo judaico especial