O Rabino David Weitman diz que o futuro só se revelará a líderes preparados em sabedoria, e esta declaração anuncia o dito do Talmud, segundo o qual a sabedoria é maior que a profecia.

Saímos, ao estilo do filósofo grego Diógenes, em busca de um profeta, em pleno século 21.

Agendamos uma entrevista com o rabino David Weitman, no Centro Judaico Chabad Morumbi, que ele fundou em 1990. Encontramos enfim um líder espiritual e sábio.

Belga de origem, David Weitman estudou em academias talmúdicas em Israel e na França e se formou rabino pela Yeshivá Central Tomchei Tmimim, de Nova York. Recebeu pois influência de outro sábio, o Rebe de Lubavitch.

“Sou apenas um aluno que inspirado nos ensinamentos bíblicos e hassídicos tenta praticar o bem”.

Ao longo de nosso papo ficou ainda claro o dito talmúdico segundo o qual a sabedoria é maior que a profecia de modo que nosso interesse pela sabedoria do rabino aumentou.

Profetas ocultos

Os profetas, explica o rabino, não se manifestam desde o início da edificação do Segundo Templo, que os judeus construíram depois de regressarem a Jerusalem, vindos os exílio na Babilônia.

Ele foi erguido pois no mesmo local do Templo de Salomão, que fora destruído. Ficou de pé entre 515 a.C. e 70 d.C.

Hoje, diz o rabino David Weitman, da Sinagoga Beit Yaacov da Congregação e Beneficência Sefardi Paulista, os profetas foram substituídos por grandes lideres espirituais que são, ao mesmo tempo, grandes sábios.

Mas as profecias permanecem e são captadas por pessoas que “tem mais alma que corpo”. Que se destacam pelo preparo espiritual e por se manterem constantemente conectadas com D’us.

Almas refinadas na sabedoria

“Na espécie humana, podem ser encontrados indivíduos possuidores de qualidades excelentes, refinadas e perfeitas ao extremo; suas almas estão dispostas de modo a assumir a forma da reza”, explica o rabino.
E completa: “Essa razão humana pode depois unir-se ao Intelecto Ativo do qual emanações significativas procedem em direção a ela – tais homens são profetas, e essa é a natureza e a maneira da profecia”.

Assim é pois a profecia que chega aos homens preparados em sabedoria para percebê-la. “O Talmud diz que a sabedoria é maior que a profecia”, afirma.

Os sábios e lideres espirituais são pessoas que têm, portanto, clarividência e o olhar mais longínquo que todos nós.

David Weitman é também, pois, um homem de ação e não contrata marqueteiros para passar sua mensagem.

“A liderança e a sabedoria são julgadas pelo que o homem faz na vida, não pelo que fala”. Preferiu, então, criar em 1992, em S. Paulo, a Instituição Beneficente Israelita Ten Yad (estender as mãos, em hebraico), que, acima de tudo, fornece refeições quentes para 2.300 pessoas necessitadas, por dia. Ou meio milhão de refeições anuais.

É um profundo conhecedor de seu público. “O povo julga e não tem piedade, vê, examina e analisa”. Ao mesmo tempo, sabe o que lhe falta, aprecia e reconhece o valor de suas lideranças. “Temos de identificar as lideranças naturais, que tenham fé num D’us único, honestidade e integridade”. E agir para que elas se consolidem, “preparando quadros para essa mudança”.

As 7 leis de Noé na prática mostra que a sabedoria é maior que a profecia

A mudança a que o rabino se refere depende apenas de aprendermos, independentemente da fé praticada, a respeitar as “Sete Leis Universais no Código de Maimônides”, conhecidas como “As Sete Leis de Noé” :

1. Creia em D’us, não adore ídolos;

2. Respeite o Criador, não blasfeme;

3. Respeite a Vida Humana, não assassine;

4. Respeite a Família, não cometa atos sexuais imorais;

5. Respeite o Direito e a Propriedade dos Outros, não roube;

6. Respeite as criaturas de D’us, não seja cruel para com os animais e

7. Respeite a Lei, mantenha a justiça.

Assim, tendo as “Sete Leis de Noé” como referência, a conversa com o rabino David Weitman ganha profundidade e transcendência.

Verticalidade e Horizontalidade

“Cada ser humano deve se empenhar para estabelecer não apenas a direção vertical com D’us, mas também a direção horizontal com seus semelhantes”, afirma.

“Num país como o Brasil, em que um terço da população vive abaixo da linha da pobreza, é óbvio que temos de contribuir e fazer a nossa parte”. Por isso, muito antes do Fome Zero, o rabino já agia. Além do Ten Yad, participou ativamente da consolidação do Bom Prato, do governador Geraldo Alckmin, que fornece refeições a R$ 1,00 para a população carente.

Entendemos também quando diz que “a solidariedade para nós passa pelo sangue”.

Os judeus, afirma, em todas as situações nesses dois mil anos de exílio, vivendo em condições de guerra, seja nos porões da Inquisição espanhola, nos Gulag russos, nos campos de concentração na Alemanha ou Treblinka, na Polônia, organizaram instituições de caridade.

São as mesmas sete leis que fazem o rabino David Weitman discursar com veemência sobretudo contra a violência.

“Infelizmente, banalizamos o crime e vamos precisar de lideres que saibam enfrentar os problemas sociais e, ao mesmo tempo, lutar contra a violência”.

Inegavelmente ainda não percebemos algo óbvio, alerta : “A violência associada à banalização do crime é algo muito perigoso”.

Portanto, empenhar-nos no combate à violência é uma questão de sabedoria.

Adquirir sabedoria requer empenho

Mas sabedoria, mesmo com fé, não se adquire sem esforços, investimentos em novas gerações e na melhor distribuição de renda. Isso significa que a sabedoria é maior que a profecia quando se empenha igualmente certos requisitos básicos numa sociedade.

“Os nossos mestres nos dizem que são dos pobres que saem as melhores cabeças. Então é de lá que vão sair os Einsteins, os Mozarts…”

Em ambientes como o Brasil, em que a pobreza ameaça diretamente a acumulação do saber, educação e cultura, o rabino David Weitman afirma que é preciso agir para diminuir a distância entre os que têm muito e os que nada têm.

“Devemos mostrar então que o ganho é para aquele que ajuda”. Aquele que leva a mão ao bolso, ou ajuda com o tempo porque é voluntário, com energia ou com ideias, sempre recebe. “Fica mais nobre”.

Ao diminuir as diferenças sociais entre as pessoas, afirma, mesmo aqueles que não podem vão ter acesso a uma educação boa para os filhos, com ganhos comunitário e social. Com o premio extra de se estimular o florescimento de novos sábios.

Matéria publicada na revista TOP, edição 75, março de 2005

Leia e/ou imprima este artigo em PDF

Tenha o App do Legal Saber no seu celular. baixe agora!


Saiba por que Mashiach é um ensinamento básico dos ensinamentos de Moisés e dos Profetas

ADQUIRA LIVRO

INFORMATIVO LEGAL SABER

ACENDIMENTO DAS VELAS DE SHABAT 

LocalidadesVelas de Shabat para 20/09/19HorárioFinal do Shabat 21/09/19Horário
S. PauloAcendimento das Velas:17:41Término do Shabat:18:35
R. de JaneiroAcendimento das Velas:17:28Término do Shabat:18:22
Belo HorizonteAcendimento das Velas:17:31Término do Shabat:18:23
RecifeAcendimento das Velas:16:55Término do Shabat:17:46
SalvadorAcendimento das Velas:17:09Término do Shabat:18:01
CuritibaAcendimento das Velas:17:52Término do Shabat:18:47
Porto AlegreAcendimento das Velas:17:59Término do Shabat:18:55
Fonte: chabad.pt

FERIADOS JUDAICOS EM TISHREI (OUTUBRO 2019)

Dia FestivoInício da FestaQuandoFinal da FestaQuando
Rosh Hashaná 29/09/2019Pôr do Sol 01/10/2019Pôr do Sol
Yom Kipur08/10/2019Pôr do Sol 09/10/2019Pôr do Sol
Sucot13/10/2019Pôr do Sol20/10/2019Pôr do Sol
Shemini Atseret & Simchat Torá20/10/2019Pôr do Sol22/10/2019Pôr do Sol

Fonte: chabad.pt

ROLE A TELA PARA VER MAIS

LEGAL SABER ESCLARECE AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE JUDAÍSMO

e-Saber

Publicações digitais do Legal Saber sobre assuntos e temas judaicos diversificados e que podem ser acessados ou baixados gratuitamente. ACESSAR AGORA

Vitamina Judaica

Páginas especiais do Legal Saber sobre assuntos e temas relacionados às porções da Torá (parashiot), com o Rabino Y. David Weitman. ACESSAR AGORA

 

ACESSO RÁPIDO AO CONTEÚDO