De acordo com a filosofia judaica, existem três elementos fundamentais dentro da Criação Divina: “tempo”, “espaço” e “ser”.

Na antiga obra da Cabalá, o “Livro da Criação” (“Sêfer Yetsirá”), esses três conceitos são referidos como “olám” (“universo”), “shaná” (“ano”) e “néfesh” (“alma”) — que formam o acróstico “Ashán”, fumaça que ascende.

Cada um destes componentes é um elemento fundamental no nosso universo. Então o universo possui potencial que deve ser explorado e elevado para cumprir o propósito pelo qual foi criado.

Assim, vemos que potencialmente há como amplificar o sentido de tempo, espaço e ser para que cumpram seus propósitos. Este mundo físico propicia encontrar significados que tornam esse mundo passível de ser elevado, assim como nos ensina a Chassidut ou a filosofia judaica mística.

A filosofia judaica indica a necessidade de servir a D’us

É o “ser” que tem a capacidade e a escolha de imbuir “tempo” e “espaço” com sua função correta, utilizando todas as forças contidas nestes elementos para servir o Todo-Poderoso. Em palavras simples, quando o ser humano usa o tempo de forma positiva e adequada, ele está servindo a D’us. Assim ensina a filosofia judaica.

O grande mestre chassídico, Rav Tsvi de Ziditshov, comenta então que são três os descansos que a Torá nos ordenou. O Shabat — descanso da alma —, quando a produção de alimentos essenciais é proibida (meléchet ôchel néfesh); as Festas — descanso do tempo (mecadêsh Yisrael vehazemaním) —; e o Ano Sabático, Shemitá — o descanso do espaço —, quando cessa todo o trabalho do campo (veshavtá haárets).

Numa época na qual o homem, através das tecnologias modernas e emergentes, consegue cada vez mais reduzir as distâncias de tempo e espaço, aproximando-se ainda mais do Criador, que possui total domínio destas dimensões, rogamos pela chegada tão almejada da era messiânica, quando todos os mistérios serão desvendados, muito em breve, em nossos dias.

(Extraído do prefácio do livro Tempo e Transcendência)

Baixe o App do Legal Saber no seu celular e desfrute de conteúdo judaico qualificado


Legal Saber JUDAÍSMO!
Estudando a filosofia chassídica
Um rebe no inferno nazista
Artes Plásticas e Judaísmo: “Os Quatro Vagões de Sobrevivência” de Gershon Knispel
Templos, profetas e sábios
Um memorial para a imigração judaica no Brasil
Rashi – O mestre do povo judeu
O sentido da oração
O Brasil recebe as comunidades judaicas
Criptojudaísmo e conversos
Reencarnação e Judaísmo
OS JUDEUS ORIUNDOS DO EGITO
Como o judaísmo encara os objetos voadores não identificados e a possibilidade de vida em outros planetas?
Não adianta transmitir um judaísmo adaptado e maquiado, Judaísmo é um privilégio.
O tesouro dos conselhos do Rebe de Lubavitch
A Rainha Ester nos dias de hoje
A sabedoria do Rei Salomão: Provérbios
A grande dedicação de Ruth, mulher exemplar
A sabedoria do Rei Salomão: Cântico dos Cânticos
A sabedoria do Rei Salomão: Eclesíastes
O significado do 45º aniversário
Usando a tecnologia a favor da Torá
Tratado sobre as ressurreição de Maimônides
Os três componentes do universo
RABI LEVI YITSCHAK DE BERDITCHEV – O DEFENSOR DO POVO JUDEU
O Holocausto não é um castigo
Ouvindo as mensagens da vida
OS JUDEUS NOS PAÍSES MUÇULMANOS
A ESTRUTURA DO TANACH (A BÍBLIA JUDAICA)
O respeito devido à oração do Cadish
O perigo das drogas e dos vícios
O perigo da alienação e do casamento misto
O pensamento chassídico sobre a Criação
O papel da mulher no Judaísmo
ALEPO, EXEMPLO DE ERUDIÇÃO E BENEVOLÊNCIA
O propósito de nossa existência
O BAAL SHEM TOV E O AMOR INCONDICIONAL
Kitsur Shulchan Aruch – A obra prima da lei judaica
JERUSALÉM, OLHO DO UNIVERSO
IMIGRAÇÃO JUDAICA: DE SHTETEL PARA AS COLÔNIAS NO SUL DO BRASIL
PORQUE CONTAR AS HISTÓRIAS CATIVANTES DO REBE DE LUBAVITCH?
DESENVOLVENDO NOSSO CARÁTER
Fé e ciência
Dando sentido e significado em nossa vida
OS CONFLITOS NA TERRA SANTA
Casher hoje
+